NINGUÉM TE ENGANOU.


3002300979-quatro-pecados-da-gestao.jpg


E aí, pessoal! Vamos bater um papo? Duas semanas fora, senti saudade de vocês.

O ano novo passou, já usufruímos de duas semanas de 2019. Dizem que, no Brasil, o ano começa apenas depois do Carnaval, mas, para aqueles que possuem sonhos e objetivos, 2019 já começou faz tempo.

Nos primeiros dias do ano, sentimos uma euforia, a emoção do novo. É maravilhoso, não é? Só que temos que ver a realidade dos fatos, vivemos em continuidade temporal. E, assim como o tempo continua contando, a sua vida continua de onde parou em 2018.

Eu sei que é complicado lidar, ao mesmo tempo, com a euforia de uma nova contagem anual se debatendo com o choque da realidade que nós fizemos “pausar” no tempo em dezembro, mas isso é necessário.

Ninguém te enganou e ninguém mentiu para você quanto às famosas “365” novas oportunidades de fazer tudo diferente ou aperfeiçoar o que estava dando certo. Só que agora é hora de parar e refletir… quantas vezes já te deram 365 dias e o que você fez com eles?

O seu emprego está aqui em 2019, o sonho de ser alguém, de ter uma casa própria, mas as dificuldades e barreiras também estão. O ano novo é uma ficção social e ele deve servir para nos encorajar com atitudes reais como pensar mais, calcular seus passos, sua carreira, sua família e, além disso, AGIR.

Levante e crie uma estratégia para que esse seja o melhor ano da sua vida. Não deixe o medo de paralisar. Vamos falar sobre isso depois.

Clique aqui e me mande uma mensagem. Vamos nos conhecer melhor. Até a próxima!

Abraço.

CICLOS.


2

E aí, pessoal. Vamos bater um papo?

Hoje é 28 de dezembro, estamos nos aproximando do final de um ciclo. 

Como foi seu 2018? Conseguiu conquistar seus objetivos? Espero que sim. 

2019 será um ano de muitas mudanças, independente de quem você é, do lugar onde trabalha ou de onde mora.

O que desejo para todos é: sejam resilientes. Estabeleçam metas e um caminho, ou alguns caminhos, para alcançá-las. 

Se, em seu coração, você decidir lutar, nada poderá pará-lo.

Eu acredito em você. Em nós.

Me conte como foi seu ano e o que quer realizar em 2019. Clique aqui e vamos bater um papo.

Abraço! 

CALMA AÍ.


Design sem nome (20).png


E aí, pessoal! Vamos bater um papo?

Eu estava pensando no quanto somos pretensiosos (no pior sentido).

Nós pensamos conhecer a vida e os sentimentos das outras pessoas, quando, na verdade, ainda nem nos conhecemos.

Nós não admitimos que estamos nos descobrindo ainda. Contudo, nos sentimos no direito de julgar os pensamentos dos demais.

Nós não conhecemos metade do nosso mundo, mas insistimos em medir as experiências dos outros com “a nossa régua”.

Fazemos críticas construtivas, quando ninguém nos perguntou nada. Destruímos sonhos, porque queremos fazer com que os outros sejam “melhores”.

Calma aí, cidadão do mundo!

Nós pensamos que somos demais, conhecemos demais e, talvez, isso seja suportável.
Só que ninguém é obrigado a ouvir opiniões sobre algo que só ele conhece, como o próprio coração, a alma.

O conselho pra 2019 é: calma aí e pare de dar opinião sobre algo que você não entende coisa alguma.

E, se você tem ouvido demais a opinião de especialistas na vida alheia, FUJA.

ELES NÃO TE CONHECEM.

É isso.

Se quiser conversar mais um pouquinho, clique aqui e vamos bater um papo!

Abraço.

CICLO DE DEPENDÊNCIA.



E aí, pessoal!

Vamos bater um papo?

Cada pessoa recebeu uma vida para utilizar como quiser. Há alguns anos, alguns homens subjugavam outras pessoas à condição de objeto e viviam suas vidas por elas. Essa não é nossa realidade hoje.

Então, você não precisa entregar sua vida para que as outras pessoas a vivam por você. O ano está acabando e chegou a hora de você encerrar o ciclo de dependência na sua vida.

Você precisa fazer suas próprias escolhas.

Você precisa cometer seus próprios erros.

Você precisa decidir o que quer fazer com a vida que você ganhou.

Você precisa ser suficiente para si mesmo.

Então eu tenho um desafio para você em 2019.

Te desafio a ser suficiente para si mesmo, fazer suas escolhas, ser responsável pelos resultados e pelo caminho que seus passos estão trilhando.

Se liberte e liberte as pessoas que vivem a sua volta. Eles não são responsáveis por sua vida e pelo que você faz com o que possui. Apenas você é.

Se quiser conversar mais um pouquinho, clique aqui e me mande uma mensagem!

Abraço.

COMO VENCER QUANDO NINGUÉM ACREDITA EM VOCÊ?


Adventures


E aí, pessoal! Vamos bater um papo?

Todos nós queremos alcançar o sucesso, mas é tão difícil chegar lá quando ninguém acredita em você, não é?

Há pessoas que possuem sonhos que a sociedade classifica como “comuns”, mas há pessoas que possuem sonhos que a sociedade chama de “inalcançáveis”.

Então, tenho uma notícia para te dar: quando as pessoas veem em você algo que elas gostariam de ter, tendem a se assustar e, então, elas te apresentam todos os medos que elas possuem.

A sociedade vai tentar fazer que os medos dela sejam seus medos. Vai tentar te amedrontar com o medo do fracasso, da vitória, do tombo. Vai tentar questionar suas convicções e enterrar seus projetos.

Vão tentar te convencer que é melhor você se contentar com algo mais “simples”, que seja  “mais fácil” com “maiores chances de sucesso”. 

Mas, EEI! você não precisa ceder. O que você precisa fazer é mostrar que você é digno do sonho que Deus colocou em seu coração. Lute por ele. 

Sente, planeje, procure ajuda de pessoas que querem, realmente, te ver crescendo. 

Se o sonho é seu, então você deve representá-lo. 

Se a sociedade não te apoiar, se sua família te disser para parar “pelo seu bem”, se seu companheiro ou companheira te aconselhar a “deixar para lá, para depois”, mostre a eles que você representa seu sonho e que vai fazer dar certo. 

Entenda, a sociedade NÃO ESTÁ PRONTA para receber pessoas ousadas, que são capazes de transformá-la, mas isso não importa. O que importa é que você está pronta (o) para ser essa pessoa.

Chegou a sua vez de lutar. Eu confio que você será um guardião guerreiro, que vai proteger esse sonho até que ele se torne realidade. Eu acredito em você. Se eu venci, você também pode. Seremos um poderoso exército de inconformados e transformadores!

Venha comigo!

Se quiser conversar sobre isso ou amenidades, clique aqui e vamos bater um papo.

Abraço!

O INFINITO EM 24 HORAS


20181130_152159_00013830213201125580136.png


E aí, pessoal! Vamos bater um papo?

Nossa geração conseguiu o que ninguém havia conseguido antes, nós conseguimos experimentar e viver o infinito em 24 horas.

Por vezes, estamos extremamente ansiosos, então, mergulhamos fundo em emoções que perduram infinitamente em nossos corações por eternos 5 minutos.

Parece complexo, então vou tentar explicar melhor o que vejo em nós: sofremos muito, supervalorizando certas relações, problemas, sentimentos, enquanto deveríamos ter consciência que tudo, por pior ou melhor que seja, é passageiro.

A ansiedade que sentimos não se confunde com a disponibilidade, capacidade, de se doar a algo ou alguém. Ela apenas torna infinita uma espera de 5 minutos por um lanche no microondas. Muito mais grave que isso, ela torna infinita a nossa sensação de incapacidade, por termos errado uma vez.

Nada, nada, nada aqui é infinito. Então, se dedique aos seus projetos, sonhos e relacionamentos, mas não se esqueçam… eles passam, você fica. Cuide de você primeiro. Se ame primeiro. Se culpe menos. Se julgue menos. Você não é perfeito e admitir isso para si mesmo é a melhor coisa que pode te acontecer.

Se quiser conversar sobre isso ou amenidades, clique aqui e vamos bater um papo!

Abraço!

 

A MORTE ESTÁ CHEGANDO!


morte
 

E aí, pessoal! Vamos bater um papo?

Vivemos como se não houvesse amanhã, mas no sentido negativo. Não tratamos as pessoas que amamos como se fôssemos morrer, mas, acredite, nós vamos. 

A cada dia de trabalho, de estudo, ganhamos e perdemos um dia. Ganhamos a oportunidade de fazer tudo diferente e perdemos a oportunidade de ter feito tudo diferente. 

Nós somos finitos. Sabemos que não somos materialmente eternos e, ainda assim, nos damos ao luxo de desistir, de procrastinar, de deixar as coisas importantes para um “amanhã” que não existe. 

O “amanhã” não existe. Você espera que ele chegue, lindamente, e te abrace com as boas novas da vida que você sonhou, mas ele não possui obrigação de acontecer. 

Em contrapartida, nós podemos mudar de postura e viver cada dia intensamente como se não houvesse amanhã. Isso é sobre ser a melhor versão de nós mesmos. 

É sobre levantar do sofá e mostrar para o mundo o que você veio fazer aqui. É se reerguer, mesmo sem forças, e descobrir para qual propósito você veio. É dar o seu melhor e se reinventar todos os dias.  

Mas, mais do que isso tudo, é sobre o amor. A finitude não te assustará, se você entender que o amor transforma dias comuns numa eternidade extraordinária. 

É sobre felicidade, mas não aquela que se pode comprar. É sobre a felicidade que você constrói de você e para você. 

Eu não sei o que você está vivendo hoje, mas eu sei que você pode ser melhor para si próprio do que está sendo.

Pior que a morte do corpo é a morte da alma que não sonha mais. 

Bom, pessoal, se quiser conversar sobre isso ou amenidades, clique aqui e vamos bater um papo. 

Abraço!